sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Entusiasmo + Conhecimento = Sustentabilidade

Por Jaime Lerner
Planeta Sustentável - 05/2008

O termo sustentabilidade se tornou objeto de desejo de muitos. Porém, nem todos aplicam o seu conceito na íntegra ou de forma correta.

De que adianta apoiar o protocolo de Kyoto se não há empenho para resolver os problemas essenciais à sustentabilidade. Receio também que as pessoas não sejam capazes de diferenciar o que é fundamental para promovê-la em todos os aspectos.

Concordo que a reciclagem e o desenvolvimento de novas fontes são de extrema importância. Até os greenbuildings - moda nos Estados Unidos e que vêm ganhando adeptos no Brasil - são uma alternativa aos efeitos do aquecimento global. Mas até onde iremos com isso?

Hoje vivemos um mundo entusiasta da sustentabilidade, porém não há muito conhecimento.

Acredito que três ações são importantes para se tornar mais sustentável, sendo a primeiro a redução do uso do automóvel. É claro que esse item é possível apenas se obrigarmos os dirigentes públicos a proverem suas cidades de um bom e eficiente sistema de transporte.
Além da melhoria dos transportes públicos, morar perto do local de trabalho é indispensável. Hoje, as cidades estão dispersas e isso gera um grande desperdício de energia, até mesmo a do ser humano.

Outra atividade, e até mais simples, é a separação do lixo. Em minha opinião, a sustentabilidade reside entre o que você poupa e o que desperdiça. É uma equação simples.

Para termos um mundo melhor para as futuras gerações não devemos esquecer do principal, as crianças. Nosso papel é ensiná-las a desenvolver o senso de responsabilidade em relação à sustentabilidade. Essa marca tem de vir dos pequenos, caso contrário eles serão manipulados de acordo com outros interesses.

Jaime Lerner, arquiteto e urbanista, é consultor da ONU para assuntos relacionados a urbanismo

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

texto extraído do semanal Springwise newsletter

encomendando comida orgânica pela internet de fazendas e produtores locais:

Few would dispute the benefits of eating locally grown food, both for the environment and for human health. Access is the challenge, which is why we've seen such goods sold in vending machines, delivered by bicycle and packed in five-dollar bags for commuters. The latest spotting? Local Dirt, a Wisconsin-based site that connects buyers and sellers of locally grown food nationwide.
Farmers and other vendors begin by creating a profile page to promote their produce, as well as listing the quantities and prices of the products they have to sell. Individual and organizational buyers can then search for local food sellers and products in their area—searching by address, ZIP code or via map—and browsing the listings of those near them. Once they've found something they like, buyers can order food for pick-up at farmers' markets or farms. A purchase order is automatically generated and mailed to them for use in picking up the food and paying the seller. Listing, ordering and bidding on items in Local Dirt is free; yearly memberships for more sophisticated features—such as wholesale capabilities—begin at USD 360.
Whether it's by bringing the food to the consumers or the consumers to the food, there's no doubt the resulting boost for local food consumption is a win-win for everyone—and the planet. One to emulate in your neck of the food-producing woods...?
Website: www.localdirt.com
Contact: www.localdirt.com/contact_us-a194.html

Spotted by: Cecilia Biemann

http://springwise.com