terça-feira, 19 de agosto de 2014

Desabrochar



Cosmic Flower Unfolding from Ben Ridgway on Vimeo.

 (via Vimeo Staff Picks)

sexta-feira, 4 de julho de 2014

83 princípios de Alejandro Jodorowsky

1.- Cuando te enfermes, en lugar de odiar ese mal, considéralo tu maestro.
2.- No mires con disimulo, mira fijamente.
3.- No olvides a tus muertos, pero dales un sitio limitado, que les impida invadir toda tu vida.
4.- En el lugar donde habites, consagra siempre un sitio a lo sagrado.
5.- Fija tu atención en ti mismo, se consciente en cada instante de lo que piensas, sientes, deseas y haces.
6.- Termina siempre lo que comenzaste.
7.- Haz lo que estás haciendo lo mejor posible.
8.- No te encadenes a nada que a la larga te destruya.
9.- Desarrolla tu generosidad sin testigos.

10.- Trata a cada persona como si fuera un pariente cercano.
11.- Ordena lo que has desordenado.
12.- Aprende a recibir, agradece cada don.
13.- Cesa de autodefinirte.
14.- No mientas ni robes, si lo haces te mientes y robas a ti mismo.
15.- No desees ser imitado.
16.- Haz planes de trabajo y cúmplelos. 
17.- No ocupes demasiado espacio.-
18.- No hagas ruidos ni gestos innecesarios.
19.- Si no la tienes imita la fe.

20.- No te dejes impresionar por personalidades fuertes.
21.- No te apropies de nada ni de nadie.
22.- Reparte equitativamente.
23.- No seduzcas.
24.- Come y duerme lo estrictamente necesario.
25.- No hables de tus problemas personales.
26.- No emitas juicios ni criticas cuando desconozcas la mayor parte de los hechos.
27.- No establezcas amistades inútiles.
28.- No sigas modas.
29.- No te vendas.30.- Respeta los contratos que has firmado.
31.- Sé puntual.
32.- No envidies los bienes o los éxitos del prójimo.
33.- Habla sólo lo necesario.
34.- No pienses en los beneficios que te va a procurar tu obra.
35.- Nunca amenaces.
36.- Realiza tus promesas.
37.- En una discusión ponte en el lugar del otro.
38.- Admite que alguien te supere.
39.- No elimines, sino transforma.

40.- Vence tus miedos, cada uno de ellos es un deseo que se camufla.
41.- Ayuda al otro a ayudarse a sí mismo.
42.- Vence tus antipatías y acércate a las personas que deseas rechazar.
43.- No actúes por reacción a lo que digan bueno o malo de ti.
44.- Transforma tu orgullo en dignidad.
45.- Transforma tu cólera en creatividad.
46.- Transforma tu avaricia en respeto por la belleza.
47.- Transforma tu envidia en admiración por los valores del otro.
48.- Transforma tu odio en caridad.
49.- No te alabes ni te insultes.
50.- Trata lo que no te pertenece como si te perteneciera.
51.- No te quejes.
52.- Desarrolla tu imaginación.
53.- No des órdenes solo por el placer de ser obedecido.
54.- Paga los servicios que te dan.
55.- No hagas propaganda de tus obras o ideas.
56.- No trates de despertar en los otros emociones hacia ti como piedad, admiración, simpatía, complicidad.
57.- No trates de distinguirte por tu apariencia.
58.- Nunca contradigas, solo calla.
59.- No contraigas deudas, adquiere y paga enseguida.

60.- Si ofendes a alguien, pídele perdón.
61.- Si lo has ofendido públicamente, excúsate en público.
62.- Si te das cuenta de que has dicho algo erróneo, no insistas por orgullo en ese error y desiste de inmediato de tus propósitos.
63.- No defiendas tus ideas antiguas sólo por el hecho de que fuiste tú quien las enunció.
64.- No conserves objetos inútiles.
65.- No te adornes con ideas ajenas.
66.- No te fotografíes junto a personajes famosos.
67.- No rindas cuentas a nadie, sé tu propio juez.
68.- Nunca te definas por lo que posees.
69.- Nunca hables de ti sin concederte la posibilidad de cambiar.
70.- Acepta que nada es tuyo.
71.- Cuando te pregunten tu opinión sobre algo o alguien, di solo sus cualidades.
72.- 76.- Cuando realices un servicio, no resaltes tus esfuerzos.
73.- Si decides trabajar para los otros, hazlo con placer.
74.- Si dudas entre hacer y no hacer, arriésgate y haz.
75.- No trates de ser todo para tu pareja, admite que busque en otros, lo que tú no puedes darle.
76.- Cuando alguien tenga su público no acudas para contradecirlo y robarle la audiencia.
77.- Vive de un dinero ganado por ti mismo.
78.- No te jactes de aventuras amorosas.
79.- No te vanaglories de tus debilidades.
80.- Nunca visites a alguien sólo por llenar tu tiempo.
81- Obtén para repartir.
82.- Ayuda a tu prójimo sin hacerlo dependiente.
83.- Si estas meditando y llega un diablo, pon ese diablo a meditar…

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Jodorowski, Psicomagia e coisas que você ainda não sabe.

"Los  pájaros nascidos en jaula creen que volar es una enfermedad" 
- Alejandro Jodorowsky

Muito distante dos escritores e cineastas usuais, o chileno Alejandro Jodorowski tem alguns trabalhos brilhantes:

1970 - El Topo (filme)

1973 - The Holy Mountain (filme)




2013 - La danza de la realidad /La Danse de la réalité (memorias)



Jodorowsky é também criador da Psicomagia, uma técnica que busca nos curar dos bloqueios sexuais, emocionais e intelectuais que nos impedem de realizar o nosso destino na vida através de atos simbólicos. As premissas fundamentais da Psicomagia são:
- O fracasso não existe, a cada fracasso, mudamos nosso caminho.
- Para chegar até o que você é, você deve ir por onde não é.
- Tornar-se aquilo que se é, é a maior felicidade.
E ainda, que em cada doença, há:
- Uma proibição – te proíbem de ser o que você é.
- Uma falta de consciência – quando você não se dá conta do que é.
- Uma falta de beleza – quando se perde a beleza na vida, se adoece.
Atualmente morando em Paris, Alejandro Jodorowsky está quase todos os dias no Café le Temeraire, onde faz leituras gratuitas de Tarot e atende como Psicomago. É possível se consultar com ele através de seu site ou do twitter @alejodorowsky



segunda-feira, 14 de abril de 2014

Reutilização de materiais - um atalho para Soluções Sustentáveis?




O foco em fechar o ciclo de materiais não é novidade. De fato, temos visto várias gerações deste conceito, a partir do início dos anos noventa, quando projeto para reciclagem foi excessivamente publicitado se transformando em "tendência". Isso resultou nesta codificação engraçada de peças plásticas, mostrando que tipo de plástico foram feitos. 
Aparentemente, a ideia era que iríamos estabelecer fábricas onde os trabalhadores com bons óculos de leitura desmontariam cuidadosamente produtos, leriam os rótulos e jogariam cada parte na lixeira certa. Como uma solução sustentável, isso era demasiado complexo. Na vida real, os produtos não são desmontados, mas triturados ou fatiados. Então, nós encontramos algo melhor: Projeto ou "design" para a fragmentação. As novas tecnologias fazem um trabalho razoavelmente bom de separar os diferentes materiais. Mas devemos ser cuidadosos em tentar fechar os laços e reutilizar materiais para fazer novos produtos - para os plásticos, por exemplo, o material reciclado ainda é de baixa qualidade e valor. Em vez disso, devemos ter certeza de que não estamos latindo para a árvore errada , e procurar outras formas em que resíduos podem contribuir para a sustentabilidade. Transforma-los ao invés de simplesmente reutiliza-los.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Mapeando o novo aprender

“O objetivo da ONG, cujo Reevo é o primeiro projeto, é reunir comunidades e coletivos de pessoas com interesses comuns e trabalhar em rede para construir conhecimento e formas de ação coletiva”, explicou ao Porvir o cineasta argentino German Doin, 26, líder do projeto.

O trabalho provocativo de Doin em prol da educação alternativa começou antes da criação do mapa, a partir do filme independente “La Educación Prohibida”,  lançado em agosto de 2012 pela internet, depois de três anos de produção. Para filmar a película, o argentino e outras pessoas que se juntaram a ele ao longo do processo visitaram 45 experiências de educação não convencionais em sete países da América Latina. A ideia era divulgar formas de educação transformadora e promover debate sobre o tema. E eles conseguiram.

O mapa é uma continuação dessa conversa. Lançado junto com o filme, o Reevo documenta experiências (as do filme e outras) e as divulga. A ideia é transformar o Reevo em uma rede social e virtual dedicada à educação alternativa. O próximo passo é combinar o mapa com uma enciclopédia colaborativa.




Doin não está sozinho na empreitada. Atualmente, quatro pessoas com formação em comunicação e redes colaborativas trabalham em tempo integral no projeto. E cerca de 20 ativistas voluntários de vários países da América Latina e do mundo hispânico contribuem visitando escolas e relatando iniciativas inovadoras, assim como Doin fez para filmar seu filme.

Doin também é entusiasta das múltiplas iniciativas  que buscam exemplos de ensino inovador e espera que elas transformem a educação. 

“Não é algo coordenado, mas estamos usando um meio de comunicação que a academia e os espaços que tradicionalmente pesquisam educação não usam, que é a internet e a cultura livre de divulgação de conhecimentos. Dentro da universidade muita gente já fez esse mesmo trabalho, mas isso se perdeu em bibliotecas, bancas. Estamos tratando de recuperar essas investigações. Dar visibilidade a essas experiências vai influenciar mais as políticas publicas”, diz.

Via

Uma avalanche de estímulos

O Café Filosófico cpfl, é uma série de encontros nos quais são abordados os anseios e angústias dos indivíduos na sociedade contemporânea. Aqui, o ponto de partida para se pensar o contemporâneo são as pessoas e seus afetos; são os comportamentos, angústias e ansiedades nas relações mais próximas de cada um de nós; são expressões, estilos, aventuras e modos de existir. as referências teóricas fundamentais estão na psicanálise e na filosofia.

Nesse contexto, trago para o Sustentacto o episódio Relações humanas, demasiado humanas – parte 1 – com Marcelo Tas, Martha Gabriel, Ronaldo Lemos e Jorge Mautner. É inegável: nunca na história da civilização tivemos acesso a tal quantidade de informação. junto com a avalanche de estímulos, uma igual quantidade de dúvidas, angústias..


     

Via

sexta-feira, 4 de abril de 2014

1964 - 2014 - 50 anos do Golpe Militar no Brasil

A produção independente financiada pelo Projeto Marcas da Memóriada comissão de Anistia "Militares da Democracia", traz em seu primeiro episódio os antecedentes do Golpe Militar de 1964 entre os dias 31 de março e 2 de abril, quando forças armadas provenientes de Minas Gerais se rebelaram contra o governo de João Goulart, levando o presidente à decisão de partir para Porto Alegre.

Militares da Democracia - O dia do golpe